Pensar o jornalismo

Sim, antes de mais nada devemos pensar o jornalismo. O que fazemos? Como fazemos? Por que fazemos? Tudo isso é crucial, principalmente em um ambiente de saturaçáo de informaçóes e de rapidez na transmissáo de notícias como o que estamos. A reflexáo apresentada no post Ten questions for journalists in the era of overload, do blog Newsless.org é extremamente pertinente. Pensamos o jornalismo? Consideramos sua importância para o público? A validade da informaçáo? Vale a pena discutir…

Ferramentas tecnológicas para o jornalista

Vale a pena dar uma olhada na lista de ferramentas tecnológicas que todo jornalista – inclusive o de rádio – deve conhecer! Com elas, a apuraçáo pode ficar melhor e, em alguns momentos, mais fácil…

Via Ponto Media

Tecnologia a seu tempo

Para matar saudades e lembrar da era de ouro do rádio brasileiro, uma imagem do estúdio da Rádio Tupi. Tecnologia de ponta em 1937. A foto foi extraída da reportagem Sons da Velha Metrópole, da revista História Viva.

Tupi

Pense verde, faça a diferença…

Período de ano novo normalmente nos leva a resoluçóes e mudanças nas nossas posturas. Neste final de ano resolvi assumir alguns valores que eu já trazia comigo, mas de maneira mais sutil. Náo… Náo virei uma eco-chata. Mas sim, acredito que podemos, com pequenos atos, fazer a diferença. Desde o ano passado uso eco bags. Assim, a cada compra que fazemos aqui em casa, sáo menos sacolas plásticas soltas no mundo, contribuindo para a depreciaçáo de recursos náo-renováveis. Sáo pequenas coisas, pequenos atos que podemos tomar para melhorar o mundo para as próximas geraçóes: vamos usar eco bags! Vamos reciclar! Vamos fazer coleta seletiva do lixo! Vamos economizar luz elétrica! Vamos fazer um uso – e um reuso – consciente da água! Vamos consumir produtos orgânicos e locais!

Mais um vídeo – que acredito ser importante vermos – e voltamos ao rádio!

Um bom final de ano a todos! E um 2009 feliz e sustentável!

Saramago Online

Da revista Entrelivros
“O escritor José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura da língua portuguesa, lançou essa semana um blog no site da Fundação José Saramago.

Intitulado de O caderno de Saramago, o espaço, segundo ele mesmo escreveu em sua introdução, será para escrever o que for, “comentários, reflexões, simples opiniões sobre isto e aquilo, enfim, o que vier a talhe de foice”.”

Voz do Brasil: horário flexível no PR

Nova decisão judicial muda o cenário da controversa transmissão do Programa Voz do Brasil no Paraná. Os dados são da Abert.

“O juiz substituto da 5ª Vara Federal de Curitiba, Vicente de Paula Ataide Junior, autorizou as rádios do Paraná a a retransmitirem o programa “Voz do Brasil” em horário alternativo, compreendido entre as 19 e 24h, do mesmo dia de sua competência.
“Atualmente, de acordo com a Lei Federal 4.117/1962, é obrigatória a retransmissão às 19 horas, embora algumas emissoras já tenham conseguido judicialmente a mudança de horário. A Voz do Brasil vai ao ar diariamente, exceto sábados, domingos e feriados.
“A sentença judicial desta quinta-feira confirmou liminar que já estava valendo, em ação movida pelo Sindicato das Empresas de Radiodifusão e Televisão do Estado do Paraná”.

Estudo discute o futuro do rádio

Um dos sistemas de implantação de rádio digital é o DAB, que integra o projeto europeu Eureka. Embora criticado, principalmente por seu alto custo e pelo reduzido avanço tecnológico, é defendido por alguns. Segundo o interessante post de Rogério Santos, do blog Indústrias Culturais, o “governo sueco quer, em três anos, um avanço significativo da distribuição digital da rádio”. Defende isso através do estudo The future of radio, desenvolvido pela Swedish Radio and TV Authority.